Passeios Guiados e Roteiros de Viagem

roma em novembro clima

Roma em Novembro: Malas Para Meados do Outono

Quando chega o mês de novembro em Roma, é aquela hora em que temos um choque de realidade, e realmente nos damos conta que logo o inverno chegará.

Novembro é um mês divisor de águas porque, como o calorzinho do verão ainda se prolonga um pouquinho até o mês de outubro, a gente costuma ter aquela impressão que o verão romano vai durar para sempre.

Mas, a verdade é que Roma em novembro é a hora de se preparar para frio, chuva (quando não temporais) e dias nos quais escurece mais cedo.

Leia mais:

A boa notícia é que, apesar de a temperatura baixar, novembro ainda não é um mês super frio porque estamos no outuno.

Então, se visitar Roma em novembro estiver nos seus planos, leia todas as dicas a seguir:

O que esperar de Roma em Novembro: vantagens e desvantagens

Novembro é considerado um mês de baixa temporada no Hemisfério Norte.

À parte o feriado de Todos os Santos, comemorado no dia 1 de novembro, a maioria das pessoas vai deixar suas folgas, horas extras e afins para prolongar as férias de Natal.

Como as escolas fecham durante a semana de Natal e Reveillon, a maioria dos italianos que têm filhos, não tira férias e folgas em novembro, visando poder passar dias com as crianças durante as festividades.

Foto: Shutterstock | Nedjet Duzen

Isso faz com que o turismo interno seja bem morto. Portanto, é o mês no qual os hotéis em Roma custam bem mais barato, as passagens aéreas também, os monumentos podem ser visitados praticamente sem filas e confusão.

Trabalhando como guia de turismo credenciada em Roma, digo para vocês que os passeios guiados que fazemos em movembro são ótimos, do ponto de vista da calma e da tranquilidade.

Por outro lado, temos um problema prático e cultural: o frio e a chuva. Prático porque às vezes é necessário mudar as logísticas dos passeios e dos roteiros em Roma para poder driblar chuva e vento.

Estar bem agasalhado e com roupas impermeáveis faz parte do sucesso da sua viagem em novembro.

++ Leia Mais | Fontana di Trevi: a mais majestosa e famosa fonte de Roma

3 DICAS RÁPIDAS DE HOSPEDAGEM:

ONDE SE HOSPEDAR EM ROMA PERTO DOS PONTOS TURÍSTICOS

Como a maioria dos pontos turísticos estão espalhadas pelo centro histórico de Roma, os melhores bairros onde se hospedar em Roma e fazer tudo a pé são: Fontana di Trevi, Pantheon e Piazza di Spagna:

  1. Hotel em Roma nos arredores da Fontana di Trevi. Dica: Relais Fontana di Trevi
  2. Hotel em Roma nos arredores do Pantheon. Dica: Hotel Adriano
  3. Hotel em Roma nos arredores da Piazza di Spagna. Dica: Hotel San Silvestro

Roma em Novembro: temperatura e quantidade de chuva

Obviamente cada ano pode mudar, e estamos vivendo mudanças climáticas drásticas no nosso planeta, mas para entender um pouco como é Roma em Novembro, aconselho sempre a fazer uma busca nos sites de meteorologia.

A temperatura média já começa a ser bem fria (com uma mínima de 7 e uma máxima de 17 graus) e o índice pluviométrico é alto.

A média é de cerca 16 dias de chuva durante o mês, que pode variar de pancadas e chuvas espassas a temporais torrenciais.

++ Leia Mais | Roma com chuva: como curtir a cidade dos dias molhados?

Roma em Novembro: fazer a mala para se vestir em camadas

Todos os ambientes fechados são aquecidos, inclusive os meios de transporte. Aqui a gente usa o método de vestir-se em camadas.

Como se vestir em camadas? Uma camisetinha de algodão ou segunda pele por baixo da camisa/camiseta principal, por sua vez por baixo de um pullover que é arrematado com o casaco.

Se seu casaco for desses que não deixa passar nenhum frio, acho legal não exagerar na grossura do pullover. Talvez um pullover mais fino dê conta do recado.

Quais são as peças indispensáveis para se vestir em Novembro?

Agora vamos ver as dicas práticas para saber o que colocar na mala.

1. Casaco forrado

Quando penso em me proteger do frio, a escolha do casaco é fundamental. Existem vários tipos de casacos forrados e de vários comprimentos. Esse aqui em cima vai até a cintura.

O salvador da pátria: os casacos da marca Quechua, que são vendidos nas lojas Decathlon e o efeito é esse da foto abaixo. Você dobra e ele fica minúsculo.

E eles esquentam pra caramba! São feitos com os mesmos tecidos e tecnologia dos agasalhos para esqui, porque devem ser leves e aquecer ao mesmo tempo.

Eu os uso sem dó nem piedade e, se a ocasião exigir um look mais arrumadinho, capricho no que estarei vestindo por baixo do casaco, na echarpe, nas luvas, nos brincos e até na maquiagem.

Afinal, se vou a uma festa ou a um restaurante, por exemplo, a primeira coisa que farei é tirar o casaco.

come se vestir em roma em novembro

Acima uma ótima opção: o casaco duplo. A parte vermelha é um colete forrado, que é separado do resto do casaco e pode ser juntado por meio de fechos e botões de pressão.

Se estiver muito frio dá pra usar tudo junto, se estiver mais quentinho, o segredo é usar só a parte de cima, sem o colete.

Leia Mais:

Acessórios para não sentir frio:

1. Toucas, gorros ou acessórios para cobrir as orelhas

Meu conselho é: ao visitar Roma em novembro, sobretudo mais pro final do mês, aproximando-se de Dezembro, tenha sempre uma proteção pelo menos para seus ouvidos. Sou daquelas que prefere a touca inteira.

Não cobrir a cabeça ou proteger os ouvidos em um dia muito frio, por experiência própria, pode causar uma baita dor de cabeça, sinusite ou dor de ouvido.

toucas para inverno na europa

Casacos com toucas protegem, mas…

Os casacos com toucas protegem, mas a menos que ele tenha um elástico em torno da cabeça, ou um botão logo embaixo do queixo, o ar frio vai entrar, ou se o capuz for muito leve, o vento vai descobrir a sua cabeça.

Por isso tenha sempre uma touca mesmo. O ideal para serem usadas com casaco com capuz são as toucas sem pompom, exceto se o capuz for muito grande.

2. Luvas

Há quem prefira colocar as mãos nos bolsos do casaco. Apesar de nem sempre fazer um frio tal para usá-las, vai por mim: compre um par de luvas.

Porque em um dia de frio polar, ficar com aquela sensação que seus dedos estão endurecidos por causa do frio, ou sentir dor nas mãos, não é nada legal. Tive que sofrer e errar na escolha do vestuário de inverno para aprender!

++ Faça um passeio em Roma em um ônibus panorâmico hop on-hop off

Assim como as toucas, não é um tipo de acessório que vai ser usado sempre, mas é bom tê-lo em caso de necessidade.

3. Sapatos

Acho muito importante ter um par de sapatos que proteja não somente do frio (isso dá para resolver facilmente com boas meias ou palmilhas que isolam do frio), mas o fundamental é estar com os pés protegidos também para os dias chuvosos.

calçados para roma em novembro

As galochas servem de verdade em dias de chuva torrencial, o que nem sempre acontece. Talvez seja bom ter boas botas na mala e, em caso de necessidade, há várias lojas fast fashion mais econômicas ou o “torra-torra dos chineses” (comércio estilo Saara no RJ, ou 25 de Março, em SP) onde encontrar um bom par de galochas por aproximadamente 15-20 euros.

A esse preço não serão as galochas mais lindas e fashion do mundo, mas deixarão os pés enxutos.

Até dá para usar tênis, desde que não seja um dia muito frio ou chuvoso. Segredinho: usar com meias grossas ou palmilhas para o inverno. As palmilhas isolam o nosso pé da sola do sapato, não deixando passar a friagem. Onde encontrá-las? Na loja Decathlon.

++ Leia Mais | Tax Free em Roma: como pedir o reembolso

6. Meias inteiras e ceroulas

Eu não gosto de meias de lã, portanto, uso sempre meias de algodão, um pouco mais grossas, até o joelho. Também não gosto de ceroulas inteiras de inverno, mas elas podem ser encontradas em qualquer loja de roupas íntimas. Chamam-se calzamaglia.


Essa da foto acima é uma calzamaglia para quem faz esportes de inverno. A peça que só justificaria a compra naqueles poucos dias de frio polar.

Quem gosta de usar saias e vestidos deve escolher uma meia calça com um fio mais grosso. Pessoalmente não acho que o outuno de Roma peça uma ceroula, mas… sinta-se à vontade para ter uma ou duas na mala.

7. Echarpes

Um combo indispensável para o inverno: casaco + echarpe. Pashminas e lencinhos de seda para o pescoço não dão conta do recado.

Nunca saia sem uma! Além de evitar dor de garganta e resfriados, nos dias com correntes de ar geladas, você também pode proteger o nariz e a boca com a sua echarpe. Outra maneira de evitar sinusites e rinites por causa do ar frio.

Cuidado com a pele: protetor labial e cremes hidratantes

Além de vestir-se adequadamente é essencial cuidar da pele do rosto e principalmente dos lábios. As bochechas ficaram rosinhas/vermelhinhas após um dia de passeio. Pode ser fofinho ou bonitinho, mas 1-2 dias depois a pele pode começar a rachar ou ficar bem feia e ressecada.

Esse efeito é queimadura causada pelo vento frio. Muito pior é o efeito nos lábios que podem rachar e até sangrar. Tenha sempre um protetor feito com manteiga de cacau, e passe sempre, mesmo quando o dia não parecer muito frio.

Se estiver ventando, esse é o alarme para proteger imediatamente os lábios e a pele. Você encontra esses protetores em supermercados, farmácias e perfumarias em Roma. Preço: a partir de 1,50 euros.

++ Leia Mais | Museu da Ferrari, Maranello: motores, beleza e tecnologia

Guarda-chuva ou capa de chuva

A maioria dos camelôs que ficam no entorno dos monumentos vendem guarda-chuvas e capas de chuvas caros e de péssima qualidade.

Portanto, você pode comprar um guarda-chuva em lojinhas de tranqueiras (tipo as lojinhas dos comerciantes chineses) ou capinhas de chuva coloridas em lojas baratinhas como a Tiger.

Mais dicas para a sua viagem a Roma

Índice

Passeios Guiados em ROMA

EXPLORE ROMA COM PASSEIOS GUIADOS EM PORTUGUÊS!

21 respostas

  1. Bom dia
    Vou a Roma dia 20 de Novembro. Qual a temperatura e a roupa mais adequada?
    Cumprimentos
    Vera Cruz

  2. Boa noite! Parabéns pelo site tão elucidativo.
    Pretendo ir à Roma dia 15 de novembro de 2022. A probabilidade é de chuva durante os dias inteiros? (além do frio)
    Atenciosamente,
    Carolina

  3. Olá, parabéns pelo conteúdo.
    Pela média, início de Novembro tende a ter temperaturas mais para o outono ou já começa a pegar pro inverno, até o dia 10 mais ou menos.

    1. Depende as correntes de ar! E isso é algo meio imprevisível. Tem anos que esfria, esquenta, esfria, esquenta.

    2. Tive em roma no dia 24/11/2022 foi uma viagem maravilhosa fiquei 35 dias lá tempo chuvoso sol frio cada dia tava uma estação muito bom agora com as graças de Deus tou indo pra morar lá tudo vai dá certo eu amei Itália..visitei vários lugares

  4. Dicas imprescindíveis, já anotei todas! Fazer uma mala para outro país, com outro clima é bem difícil… com suas dicas ficará bem maus fácil

  5. Realmente cobrir cabeça e orelhas faz diferença demais!!! Esses casacos que vc colocou foto e que viram um pacotinho pequeno são muito práticos – adoro levar em viagens e claro que levaria o meu se for pra Roma no próximo novembro.

  6. Muito obrigada pelas dicas! Estou me preparando para conhecer Roma em novembro e a mala faz toda a diferença pra poder curtir com tranquilidade.

  7. Fomos justamente em Novembro. Pegamos frio, mas não muito. Foi gostoso para turistar e andar muito sem sentir calor. Mas a noite precisava de casaco quente mesmo.

  8. Acho legal saber como são os destinos em cada época do ano, ou mês, para irmos com a mala preparada e certa. Gostei de saber como é Roma em novembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!