Passeios Guiados e Roteiros de Viagem

Fontes de Água Potável Grátis em Roma

Quando estiver em Roma, faça como os romanos e beba nas fontes de água potável grátis fontes espalhadas pela cidade inteira.

A água é potável e vem dos antigos aquedutos romanos construídos desde a época imperial até o séc XVIII.

Nos dias mais quentes do verão de Roma, o precinho da água mineral perto dos monumentos turísticos inflaciona. Ou alguns supermercados, mesmo em bairros não turísticos, fazem uma pegadinha de mau gosto: colocam as bebidas na geladeira e cobram mais caro se a gente escolher uma Coca-Cola já geladinha.

Leia também:

E para que pagar para beber água, se em Roma tem milhares de bicas grátis com água limpa, que a gente pode beber sem medo?

Não dá piriri, não tem risco de contaminação bactérica, o gosto não é ruim, a temperatura é sempre ideal, e se a torneira ficar à sombra, a água sai geladinha.

beber-agua-gratis-em-roma_3

Nos dias mais quentes do verão de Roma, o precinho da água mineral perto dos monumentos turísticos inflaciona. Ou alguns supermercados, mesmo em bairros não turísticos, fazem uma pegadinha de mau gosto: colocam as bebidas na geladeira e cobram mais caro se a gente escolher uma Coca-Cola já geladinha.

E para que pagar para beber água, se em Roma tem milhares de bicas grátis com água limpa, que a gente pode beber sem medo? Não dá piriri, não tem risco de contaminação bactérica, o gosto não é ruim, a temperatura é sempre ideal, e se a torneira ficar à sombra, a água sai geladinha.

beber-agua-gratis-em-roma-2

Se a água não for potável, o que é muito raro, há placas indicando “acqua non potabile”.

As torneiras públicas de água potável chamam-se Nasone (trad.: Narigão)

nasone_schema
O desenho de como é feito um nasone.

O nome oficial dessas torneiras públicas é “fontana” ou “fontanella” (bebedouro, fonte, nascente), mas em Roma foram apelidadas de Nasone, justamente, porque o bico da torneira parece um narigão.

As torneiras começaram a surgir por Roma no final do século XIX, após a Unificação da Itália (que se deu em 1870). A história da distribuição da água em Roma nasce com os monumentais e grandiosos aquedutos romanos de época imperial, passa pelas imperiosas fontes medievais utilizadas para decorar ruas, praças e prédios, mas também para dar água à população e aos animais. Como exemplo de fonte monumental, pensem na Fontana di Trevi!

Até que após 1870, com o grande crescimento da população romana, era mais do que necessário criar vários pontos de distribuição de água potável. E assim Il Nasone passa a fazer parte do panorama romano.

nasone_guia

Existe um livro dedicado aos Nasoni di Roma. Já comprei o meu!

Por aqui é muitooooo comum beber água nessas torneiras e nas fontes. Em todos os parques e jardins públicos (Villa Pamphili, Villa Borghese, Villa Torlonia, etc.) a gente sempre vê muita gente que vai caminhar e correr, aproveitando dessas bicas para se refrescar. Perto dos principais monumentos e pontos turísticos também tem vários.

Quem decidir turistar no verão, vai ver muita gente encher as garrafinhas de água, ou mesmo beber diretamente na torneira.

beber-gua-gratis-em-roma

E com a modernidade, recentemente foi inaugurado um ponto de distribuição de água mineral com gás e sem gás na saída do metrô Coliseu. A boa notícia é que a água nesse “bebedor moderno” também é gratuita. Essa é uma novidade em Roma, mas o projeto já existe em várias cidadezinhas do país.

beber-agua-gratis-em-roma

beber-agua-gratis-em-roma-2

E aí? Quando você visitar Roma também vai beber água do Nasone? Se a visita for no verão, aposto que a sua resposta será SIM.

Mais dicas para a sua viagem à Itália:

Índice

Passeios Guiados em ROMA

EXPLORE ROMA COM PASSEIOS GUIADOS EM PORTUGUÊS!

3 respostas

  1. Julgo importante alertar sobre o grande número de “zíngaras” (ciganas) que, com frequência, furtam turistas desavisados, principalmente na região da Piazza D’Spagna. Normalmente aproveitam o embarque e desembarque de turistas que usam o metrô.

  2. Aproveitem as dicas,estive em Roma durante o mês de abril e graças ao romapravoce,nao tive dificuldade nenhuma,apesar de estar sozinha e ter mais de sessenta aninhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!